Dicas para prevenir lesões na corrida

Correr é um desporto e uma forma de lazer para quem quer investir em saúde. Mas, mesmo trazendo benefícios ao corpo e à mente, existem alguns cuidados importantes a serem tomados para se tirar o máximo proveito da corrida, evitando que ela acabe tendo o efeito oposto ao desejado e prejudicando seu bem-estar. 

Pensando em todos que querem aproveitar esse incrível esporte, a HUPI trouxe dicas valiosas para afastar o risco de lesões. 

  • Não sobrecarregue seu corpo:

Muitos pecam pelo excesso quando vão começar a correr. Se você não é acostumado à corrida, ou, principalmente, se está começando a praticar desporto  recentemente, é fundamental ter calma e dar tempo para seu corpo se adaptar ao novo ritmo.

Exagerar no tempo ou distância do percurso logo de cara pode ser um revés. Quando nosso corpo ainda não é adaptado ao esforço físico e o forçamos para além dos limites é possível que ocorra uma situação chamada ‘overtraining’. Basicamente, excede-se a capacidade de recuperação física, causando cansaço extremo e um grande mal-estar.

Comece no ritmo do seu corpo e vá aumentando o nível do desafio aos poucos.

  • Atenção ao trajeto:

Estar atento ao tipo de solo do seu percurso é essencial principalmente para treinos que envolvem longas distâncias e/ou grande duração. Um terreno muito acidentado aumenta consideravelmente o risco de torções e sobrecarga nas articulações, já que você terá que compensar os desníveis constantemente. 

Outro ponto importante é a capacidade do solo de absorver o impacto dos seus passos. Materiais como o concreto dispersam muito pouco a força aplicada, o que acaba fazendo com que quase todo o amortecimento fique por conta do seu corpo.

  • Fortaleça-se com outros treinos:

Musculação, treinamento funcional ou CrossFit. Essas atividades dão novo condicionamento ao corpo e fortalecem bastante a sua musculatura, além de aprimorarem a consciência corporal e o equilíbrio.

Treinar o corpo como um todo é bastante importante, mas dê foco especial às pernas. O fortalecimento dos membros inferiores dará melhor sustentação, precisão e firmeza às suas passadas, diluindo o impacto sofrido pelas articulações. Uma musculatura mais densa proporcionará estabilidade corporal.

  • Alongue e aqueça:

Fazer sessões de alongamento diariamente ajuda a aliviar a tensão muscular e articular, o que diminui sensivelmente o risco de lesões. A maior elasticidade conferida pelos alongamentos também deixa seus movimentos mais fluídos.

Aquecer, por sua vez, faz exatamente o que o nome sugere: aquece. Essa elevação do calor corporal aumenta a oxigenação e circulação, sobretudo nos músculos, algo que se reflete diretamente no desempenho e que prepara a musculatura para o esforço mais intenso que virá a seguir. O aquecimento também beneficia as articulações, pois melhora sua lubrificação natural, o que reduz o atrito e aumenta amplitude de movimento.

  • Tênis e meias certos para cuidar dos pés:

Um bom tênis para corrida faz grande diferença, já que amortece o impacto e ajuda a preservar a integridade das articulações e musculatura. Além disso, o calçado errado ou muito desgastado é “inimigo” dos pés, porque prejudica as passadas e aumenta o risco de torções e dores intensas após o treino.

Outro item fundamental, do qual muita gente acaba esquecendo, são as meias. Elas têm um papel indispensável na manutenção da saúde dos seus pés. A meia certa precisa permitir a livre transpiração, dar liberdade de movimento e proteger a pele do atrito com o calçado. Ainda, é importantíssimo que elas auxiliem na circulação sanguínea, pois isso reduz a fadiga e possíveis inchaços pós-treino. Meias de altíssima qualidade e conforto e que preencham todos esses requisitos não são assim tão fáceis de se encontrar no mercado, mas pode ficar tranquilo, por que na HUPI tem.

Essas são dicas que julgamos essenciais para atletas que pretendem fazer da corrida um hábito. Mesmo aqueles que já tenham certa experiência com o desporto devem lembrar de rever alguns detalhes na sua rotina para manterem-se sempre saudáveis e evoluírem cada vez mais em desempenho e bem-estar.

Publicação Mais Antiga Publicação Mais Recente